Buscar
  • Helpy

As 4 dúvidas mais comuns sobre a nota fiscal de mão de obra e material.

A nota fiscal é a base das relações comerciais de confiança e garante a credibilidade das empresas no mercado.


A emissão de notas fiscais é uma das principais obrigações para todo empreendedor, independentemente de ser dono de uma grande empresa ou ter um pequeno negócio. Porém, não é incomum ficar perdido em meio ao mar de leis tributárias e fiscais espalhadas pelo Brasil. O ideal é começar pelas mais importantes, como é o caso da nota fiscal de mão de obra e material.


Para te ajudar a fazer sua emissão corretamente e conseguir melhorar o desempenho na sua empresa, esclarecemos 4 das principais dúvidas sobre nota fiscal de mão de obra e material. Acompanhe.

1. O que é a nota fiscal e para que ela serve?


A nota fiscal é um documento com validade jurídica que serve para registrar uma venda de produto ou prestação de serviço.

Para o empreendedor, a nota fiscal facilita o controle de entrada e saída, dos impostos pagos e do faturamento, além de servir como prova da regularidade do negócio em caso de auditorias e fiscalizações.

Para o consumidor, ela serve como comprovante de compra para requisição de garantia, troca ou devolução, e também como documento fiscal para prestação de contas à Receita Federal (por exemplo, para dedução de despesas na declaração do Imposto de Renda).

A emissão de notas fiscais é obrigatória para a maioria dos negócios formais, seja em formato físico ou digital. A nota de mão de obra e material serve para comprovar o valor do trabalho realizado e de todos os recursos usados no serviço.

2. Quando devo emitir nota fiscal?


No geral, a emissão de notas fiscais é uma obrigação para qualquer negócio. No Brasil, ela não é uma obrigatoriedade nacional. Isso significa que cada prefeitura tem autonomia para decidir se essa será uma exigência ou não.

Ao prestar qualquer serviço ou adquirir qualquer material que será usado na reforma ou obra, você ainda terá a opção de enviar a nota ao seu cliente. E, caso haja algum erro de conteúdo, o cliente pode solicitar uma nova nota fiscal com os dados corretos. Dessa forma você demonstra profissionalismo e conquista a confiança do cliente.

3. O que é preciso para emiti-la?


Para emitir esse tipo de nota fiscal, você precisa de uma comunicação direta com a prefeitura da sua cidade. Isso significa que não há um modelo único para todos os trabalhadores. Basta que o documento contenha as informações certas.

Para a emissão de nota fiscal física, você precisa, primeiro, ter o seu cadastro na prefeitura como Microempreendedor Individual (MEI) ou como Pessoa Jurídica. Depois, pode optar por registrar a nota fiscal emitida fisicamente ou adquirir uma assinatura digital para emitir Nota Fiscal Eletrônica.

4. Como apresentar a nota fiscal de material?


Com o seu cadastro preenchido, você deverá usar seu CPF e senha desbloqueada para acessar o site da prefeitura. Nesse ambiente digital, poderá emitir e enviar notas fiscais. Preencha os campos citados e detalhe os dados necessários.

É importante discriminar todos os custos na nota, explicando o que exatamente corresponde ao serviço, o que corresponde ao material e qual foi o valor pago em cada produto.

Lembre-se de que, à medida que seu negócio cresce, esses documentos se tornam mais importantes para a sua saúde fiscal. Com plataforma da Helpy você gera notas fiscais eletrônicas, envia para seus clientes e armazena estes documentos para consultá-las no futuro.

Gostaria de conhecer mais sobre o trabalho como autônomo? Então, veja agora nosso artigo sobre as vantagens de se tornar MEI.